• Thainá Carvalho

Cinco livros de autoras independentes para ler nessa quarentena


Em tempos de coronavírus, a distração em si é um remédio para a saúde mental. E quando tudo ao redor parece meio apocalíptico, algumas leituras podem nos ajudar a refletir sobre a quase irrealidade desse mundo em que vivemos.

Em tempos de isolamento, as conexões feitas através de livros servem também a leitores e escritores para se fortalecer. Apoiem autoras independentes, lendo essas obras incríveis.

Aula de dança e outros contos – Taylane Cruz

Primeiro livro da escritora sergipana, essa antologia de 26 contos é um quentinho no coração. A obra fala sobre o cotidiano com textos curtos e despretensiosos, que te fazem dar aquele sorrisinho de ponto final. A autora apresenta a simplicidade de temas complexos como a sexualidade, o amor e as relações familiares. Ah, e o segundo livro de Taylane, 'A Pele das Coisas', também não fica atrás não.

Resenha completa aqui

Entre em contato com a escritora aqui

Todos os Nós – Maria Luiza Maia (Penalux)

Um livro de poesias não convencionais. Nem só de amor vivem os poetas, e Maria Luiza Maia nos faz viver em seus versos. Esqueça métricas e rimas açucaradas ao longo das páginas, e questione com a autora o que compõe de fato um poeta. Também tenha o prazer de conhecer Clara em oito poemas, um alter-ego de todos nós que precisamos de acalanto para superar nossas tristezas.

Resenha completa aqui

Entre em contato com a escritora aqui

Ìségún – Lu Ain-Zaila (Monomito)

Meu primeiro contato com o afrofuturismo nacional – ainda bem. Um livro incrível que, em 117 páginas, apresenta um futuro (próximo) Brasil destruído pelo caos ambiental . As protagonistas são heroínas negras que convergem na busca entre sua ancestralidade africana e uma nova ciência que não segregadora. Mas não se engane: essa não é uma narrativa estereotipada do sofrimento do povo negro.

Resenha completa aqui

Entre em contato com a escritora aqui

Firmina – Renata Py (Laranja Original)

Firmina é aquela cidadezinha pra sentar em uma calçada no fim de tarde. Contos levemente relacionados entre si vão, aos poucos, revelando as personalidades dos seus habitantes, que se misturam ao realismo mágico do livro. Cada história é um pequeno encanto que faz a gente se perder em uma cidade que não está no mapa.

Resenha completa aqui

Entre em contato com a escritora aqui

Vozes Negras – Organização de Thati Machado (Se Liga Editorial)

Amanda Condasi, Flor, Priscila, Maria Ferreira, Isa e Pétala Souza se unem nessa antologia para expor seus quatro contos incríveis. Esse é um livro que grita a plenos pulmões a trajetória dessas escritoras que abordam temas diversos das vivências negras, como o racismo e o afrofuturismo. Precisamos ouvi-las, e foi para isso que a Se Liga Editorial tornou gratuita a aquisição do livro aqui durante os dias 18 e 19 de março.

Resenha completa aqui

Entre em contato com a editora aqui

#livros #leiamulheres #literatura

40 visualizações

© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now