© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

| Miniconto 15 | Perdão

19.06.2019

 

Sorria em dias bonitos como aquele, quando sentia na pele o tecido aquecido do hábito sob o sol. Mas, naquela tarde, ela chorava e vagava sem saber para onde ir. Seu filho a procurou. Os pais adotivos haviam quebrado a promessa de anos atrás e dito a verdade: ela não quisera o bebê. Adulto,ele  foi até o convento para dizer que a perdoava, mas ela sabia que era tarde. Era como se agora finalmente Deus ficasse sabendo, e ela estivesse suja demais para seguir com a vocação que tinha desde menina. O rapaz era a lembrança do deslize imundo, da vergonha que a fez sair correndo aterrorizada do convento. O portão ficou aberto, como braços vazios, mas ela nunca se perdoou para voltar.    

 

Please reload

Relacionados

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now