• Thainá Carvalho

O que tem de graça nessa quarentena


A quarentena gerou pessoas ansiosas, com o coração batendo a mil preso entre quatro paredes (os que podem). Seja para distrair ou para fazer refletir, a literatura se faz não apenas necessária, como também acessível em tempos de pandemia. Confira algumas obras que estão sendo disponibilizadas gratuitamente.

Na Boca do Dragão da América Latina - Ma Njanu

Essa zine contém uma das mais incríveis poesias de amor que eu já li em toda a minha vida. Sério mesmo, apesar de essa não ser uma obra romântica. Os textos de Ma são complexos e abrangem os mais variados sentimentos humanos, desde o pesar pela morte de um ente querido até questões ambientais envolvendo seringalistas. Você pode baixar aqui e, para olhos cansados, ouça a zine aqui.

Cartas Avulsas - Bárbara Seidel

“Espero que goste e te afague um pouco nesses tempos de quarentena”. Foi com essa mensagem de e-mail que recebi o livro Cartas Avulsas. Bárbara também pede desculpas pela diagramação não estar exatamente como ela queria, mas justifica: “em tempos urgentes abri mão de alguns detalhes.” As poesias são curtas e cheias de significado. Posso passar muito bem sem um design elaborado para ler alguns trechos incríveis sobre a própria vida que parece nos faltar. Se você também pode, baixe aqui.

Três Camadas adentro - Beatriz Helena

Sou parcial para falar. Além de ter me ligado a Beatriz de forma especial por meio do Coletivo URBANAs, atuei como revisora desse que é o seu primeiro livro. Verdade seja dita, tive muito pouco trabalho para revisar uma obra que já chegou pronta, com os versos mais lindos. A escritora divide suas poesias em três partes que falam sobre uma humanidade social, mundana e idêntica. De cara, Beatriz já faz um apelo ao ‘fogo do peito aceso’ : “que não se apague / com batidas de pano / com batidas de papo”. Você pode baixar o livro aqui

Tenho 3 dicas boas também:

1) O instragam @independentedetudo envia semanalmente livros gratuitos para o seu e-mail. É só se inscrever no link disponibilizado no perfil deles.

2) No twitter, o Resistência Afroliterária está sempre avisando sobre ofertas e livros gratuitos

3) E não vamos esquecer das newsletters, especialmente para quem não tem tempo ou não está com cabeça para leituras mais longas. Recomendo:

---> A Estranhamente, de Maria Vitoria

---> Niquesletter de Monique Malcher

----> Uma Newsletter, de Aline Valek

----> Coletivo URBANAs (porque preciso autoindicar o coletivo do qual faço parte, claro)

Lendo ou não, fiquem bem 💜

#livros #poesia #leiamulheres

0 visualização

© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now