• Thainá Carvalho

Miniconto 10: Corrupção


Jogou a sacola de forma discreta. Agora, os papéis, os chips, e as gravações estavam na lama do fundo do rio. Nem lembrava como começou a entrar nesse bolo desde que fora eleito vereador. Uma vista grossa aqui, uma propina ali, mas claro que ele não era como os que roubavam milhões do dinheiro público, esses sim eram ladrões. Ele não, ele era coisa pequena. Seus únicos juízes eram os olhares de reprovação das aves pousadas nas amarras do cais.


#política #contos #miniconto

0 visualização

© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now